13 de janeiro de 2014

Povo de Deus


Por Roland Körber, São Paulo/SP

LEITURA BÍBLICA
"E veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Vai, e clama aos ouvidos de Jerusalém, dizendo: Assim diz o Senhor: Lembro-me de ti, da piedade da tua mocidade, e do amor do teu noivado, quando me seguias no deserto, numa terra que não se semeava. Então Israel era santidade para o Senhor, e as primícias da sua novidade; todos os que o devoravam eram tidos por culpados; o mal vinha sobre eles, diz o Senhor. Ouvi a palavra do Senhor, ó casa de Jacó, e todas as famílias da casa de Israel;
Assim diz o Senhor: Que injustiça acharam vossos pais em mim, para se afastarem de mim, indo após a vaidade, e tornando-se levianos?
E não disseram: Onde está o Senhor, que nos fez subir da terra do Egito, que nos guiou através do deserto, por uma terra árida, e de covas, por uma terra de sequidão e sombra de morte, por uma terra pela qual ninguém transitava, e na qual não morava homem algum? E eu vos introduzi numa terra fértil, para comerdes o seu fruto e o seu bem; mas quando nela entrastes contaminastes a minha terra, e da minha herança fizestes uma abominação. Os sacerdotes não disseram: Onde está o Senhor? E os que tratavam da lei não me conheciam, e os pastores prevaricavam contra mim, e os profetas profetizavam por Baal, e andaram após o que é de nenhum proveito.
Portanto ainda contenderei convosco, diz o Senhor; e até com os filhos de vossos filhos contenderei. Pois, passai às ilhas de Quitim, e vede; e enviai a Quedar, e atentai bem, e vede se jamais sucedeu coisa semelhante. Houve alguma nação que trocasse os seus deuses, ainda que não fossem deuses? Todavia o meu povo trocou a sua glória por aquilo que é de nenhum proveito. Espantai-vos disto, ó céus, e horrorizai-vos! Ficai verdadeiramente desolados, diz o Senhor. Porque o meu povo fez duas maldades: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm águas." (Jeremias 2:1-13)

"Vocês já não são estrangeiros nem forasteiros, mas concidadãos dos santos e membros da família de Deus ." (Ef 2:19)

“O povo de Israel, a quem o profeta Jeremias fala em nome de Deus na leitura bíblica de hoje, era muito especial. Sua história e está nas páginas da Bíblia anteriores ao trecho indicado. Deus criara esse povo para ser o seu representante no mundo. Manifestou-se a ele, instruiu-o para lhe assegurar uma vida exemplar e feliz, protegeu-o e cuidou dele. Em troca, bastaria o povo seguir as leis divinas e demonstrar sua fidelidadee devoção ao único Deus vivo – algo autêntico, muito melhor do que todas as grosseiras tentativas religiosas dos outros povos. Mesmo assim, Israel quase continuamente se afastava de Deus para seguir suas próprias ideias, trazendo cada vez mais ruína sobre si. É o que Jeremias denuncia.

Séculos depois, Deus enviou seu filho Jesus, para que todo aquele que entregasse sua vida a ele passasse a fazer parte do seu povo – não mais restrito aos  israelitas. Tais pessoas passaram a ser conhecidas como cristãos.

Hoje vivemos numa sociedade que costuma denominar‑se cristã, e é bem provável que você também se considere um seguidor de Cristo. Note, porém, que muitos “cristãos” se comportam em relação a Deus tal qual os israelitas no tempo do texto lido: têm o nome de povo de Deus, mas na prática o ignoram totalmente. A profecia de Jeremias é mais um dos muitos esforços de Deus para chamar seu povo à razão, alertando-o de que vinha perdendo o acesso à fonte da vida e que assim acabaria mal.

Pois bem: se a postura da cristandade hoje é similar à de Israel naquela época, suas advertências têm a mesma validade para nós. Não sei qual é a sua postura de cristão ou não, mas fica aqui o recado de que pertencer à comunidade da qual fala o versículo em destaque é um privilégio que não se adquire por um carimbo num documento, mas pela entrega prática da vida a Jesus Cristo."


Fonte: Presente Diário: o livro das leituras devocionais diárias, nº 17 / coordenador do comitê editorial Roland Körber. São Paulo : Rádio Trans Mundial, 2014. Vários autores http://rtm.radio.br/novo/presente-diario/13-1-2014;

0 comentários:

 
Powered by Blogger