18 de janeiro de 2014

Ester


Por Manoel de Jesus The, São Paulo/SP

LEITURA BÍBLICA
"E fizeram saber a Mardoqueu as palavras de Ester.
Então Mardoqueu mandou que respondessem a Ester: Não imagines no teu íntimo que, por estares na casa do rei, escaparás só tu entre todos os judeus.
Porque, se de todo te calares neste tempo, socorro e livramento de outra parte sairá para os judeus, mas tu e a casa de teu pai perecereis; e quem sabe se para tal tempo como este chegaste a este reino? Então disse Ester que tornassem a dizer a Mardoqueu:
Vai, ajunta a todos os judeus que se acharem em Susã, e jejuai por mim, e não comais nem bebais por três dias, nem de dia nem de noite, e eu e as minhas servas também assim jejuaremos. E assim irei ter com o rei, ainda que não seja segundo a lei; e se perecer, pereci. Então Mardoqueu foi, e fez conforme a tudo quanto Ester lhe ordenou." (Ester 4:12-17)

"O que se requer dos encarregados é que sejam fiéis" (1 Co 4:2)

“A leitura bíblica de hoje começa no meio de uma narrativa. Trata de uma ameaça grave ao povo judeu, cativo na Pérsia. Ester, judia e esposa do rei persa, deveria interferir para salvar seu povo. Para entender tudo, o melhor será ler o livro de Ester desde o início. Ele é um documento da graça e da sabedoria de Deus que nos avisa dos perigos de sermos volúveis e conduzidos pelas emoções. Embora o livro tenha o nome da rainha Ester e não mencione a pessoa de Deus, a ação divina é nítida ali. Além de Deus, outro personagem central do livro é o tio de Ester, Mardoqueu. O brilho de Ester é marcante, mas dependeu da iniciativa de Mardoqueu. No seu aviso à sobrinha, ele mostra duas virtudes: coloca seu plano a serviço de Deus, mas sabe que Deus é maior que os seus planos. Reconhece que Deus é quem dispõe dos meios necessários. Revelou também o líder que era ao motivar sua sobrinha, mostrando-lhe a grande oportunidade que tinha. Ao mesmo tempo percebeu o perigo que Ester correria, mesmo sendo rainha.

Ester, por outro lado, vendo a grandeza do desafio, buscou o auxílio de Deus. Também foi sábia ao incluir seus patrícios no desafio. Sua declaração “Se tiver de morrer, morrerei”, é uma das mais eloquentes da Bíblia. Quantos de nós poderíamos, numa hora em que nossa fidelidade a Deus fosse desafiada, repetir essa frase?

Nosso texto termina assim: “Mardoqueu retirou-se e cumpriu todas as instruções de Ester”. Estas sem dúvida faziam parte dos planos que Deus estabelecera para sua vida. Quando alguém cumpre todas as instruções de Deus, ele por certo agirá. Quem poderia imaginar que Deus daria uma noite de insônia ao rei? Com essa providência, o Senhor antecipou-se a Mardoqueu e Ester, mostrando que ele estava no controle dos acontecimentos. Tanto em situações de calmaria como em crises, ele é o todo-poderoso. De nós, ele requer apenas confiança e fidelidade. "


Fonte: Presente Diário: o livro das leituras devocionais diárias, nº 17 / coordenador do comitê editorial Roland Körber. São Paulo : Rádio Trans Mundial, 2014. Vários autores http://rtm.radio.br/novo/presente-diario/18-1-2014;

0 comentários:

 
Powered by Blogger