23 de janeiro de 2014

Duas experiências


Por Manoel de Jesus The, São Paulo/SP

LEITURA BÍBLICA
"Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança.
Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele. Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem.
Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.
Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.
Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras." (I Tessalonicenses 4:13-18)

"Não deixe o seu orgulho excluir você" 

“Relatando acontecimentos desagradáveis num programa esportivo, um dos comentaristas afirmou que estava assustado com o que vem acontecendo em nossos dias. Um dos outros afirmou então: “Não estou preocupado, sei que serei arrebatado primeiro”. Pensei: só alguém que está em Cristo pode pensar assim. 

Em muitas celebrações de velório, duas gloriosas experiências passam despercebidas pelos pregadores que escolhem o texto da leitura bíblica de hoje para através dele trazer consolo aos presentes. Trata-se da ressurreição e do arrebatamento (ou seja, ser levado para junto de Deus sem passar pela morte). Muitos nem notam, mas a morte os coloca em vantagem aos arrebatados em vida. Cristo foi o primeiro a passar pela ressurreição sem a interferência de terceiros.

Em virtude disso ele recebeu o título de “primogênito dentre os mortos”. As ações divinas são sempre acompanhadas de justiça e amor. Quem viu o terror da morte, verá o Senhor Jesus primeiro. Quem por ela não passou, sobe como companheiro dos ressuscitados. A morte foi deixada por Deus como punição do pecado. Na Bíblia, pecado e morte são sinônimos. A ressurreição dos mortos em Cristo e o arrebatamento dos que vivem em Cristo fazem parte do dia do retorno do Senhor. Por isso Paulo exclama: “Onde está, ó morte, o seu aguilhão?” (1Co 15.55). A morte foi derrotada porque o pecado foi derrotado.

Nosso pecado levou Cristo à morte, e se aceitarmos esse ato do amor de Deus, estaremos, em vez de condenados, salvos da morte para estar com ele para sempre. Aquele que está em Cristo tem pela frente estas duas notáveis experiências. Paulo termina dizendo: “Consolem uns aos outros com essas palavras”


Fonte: Presente Diário: o livro das leituras devocionais diárias, nº 17 / coordenador do comitê editorial Roland Körber. São Paulo : Rádio Trans Mundial, 2014. Vários autores http://rtm.radio.br/novo/presente-diario/23-1-2014;

0 comentários:

 
Powered by Blogger