22 de janeiro de 2009

Colo para todas as idades

As crianças quando se sentem em situação de risco por causa do escuro, um barulho, um animal, um inseto, pela aproximação de um estranho, correm sempre em busca do colo de sua confiança mais próximo. Se querem pedir algo, se sentem-se cansadas e não aguentam mais andar, estendem os braços para subir ao colo de quem pode lhes amparar.

Uma vez estando nos braços de quem confia, a criança perde o medo, sente-se segura, descansada, volta a acalmar-se e, após a tensão, é comum dormir nos braços de quem confiou obtendo um descanso físico e mental.

Depois de certa idade, nem papai nem mamãe conseguem mais nos carregar no colo e, muitas vezes, nós mesmos nos recusamos a mostrar essa vontade reprimida lá no fundo da alma. Mas, uma hora ou outra, acabamos por sentir falta de alguém que pudesse nos segurar no colo.
Embora não tenhamos à disposição nenhum humano grande e forte o suficiente que queira nos levar no colo, temos um Criador que nos convida a descansar em seus braços.

Jesus enfatizou nos seus ensinos a figura de Deus como um pai. Assim como um pai carnal tem prazer em segurar seus filhos entre os braços, o mesmo acontece com o Autor da Vida. Deus tem absoluto interesse em nos ter em seus braços. Ele quer nos transmitir a mesma paz e segurança que uma criança sente no colo de quem ela confia.

O colo de Deus está acessível a todos, Ele não faz acepção de pessoas. Basta querer, pedir e com certeza o Pai Celeste estará disposto a lhe colocar no colo, ouvir suas queixas, aliviar seu cansaço, dar alimento, renovar suas forças e lhe encorajar a seguir mais adiante. Se sentir vontade, basta uma oração pedindo o colo do Pai e você terá de novo o prazer de estar nos braços de alguém em quem você pode confiar.

0 comentários:

 
Powered by Blogger