1 de fevereiro de 2014

Corrida


Por Marcos Passig, Lapa/PR

LEITURA BÍBLICA
"Para conhecê-lo, e à virtude da sua ressurreição, e à comunicação de suas aflições, sendo feito conforme à sua morte;
Para ver se de alguma maneira posso chegar à ressurreição dentre os mortos.
Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus.
Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim,
Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus." (Filipenses 3:10-14)

"Para vencer não basta iniciar a corrida, é preciso terminá-la."

“Um corredor se destacou nas Olimpíadas de 1968, na cidade do México. Nenhuma pessoa havia terminado a maratona com tanto atraso.  Machucado ao longo do caminho, ele se arrastou para dentro do estádio com o curativo em sua perna cheio de sangue. Chegou mais de uma hora depois do vencedor. 

Quando lhe perguntaram por que continuou a correr apesar de sua dor, ele respondeu: “O meu país não me enviou para a cidade do México para iniciar a corrida. Ele me enviou para terminá-la”.

Quem vive com Cristo também tem uma corrida proposta. Ao longo do percurso podem surgir muitas dificuldades, mas apesar disso é preciso continuar com perseverança, até alcançarmos a linha final. Aos coríntios, o apóstolo Paulo relatou alguns problemas que enfrentou na vida cristã: 
“Cinco vezes recebi dos judeus trinta e nove açoites. Três vezes fui golpeado com varas, uma vez apedrejado, três vezes sofri naufrágio, passei uma noite e um dia exposto à fúria do mar. Estive continuamente viajando de uma parte a outra, enfrentei perigos nos rios, perigos de assaltantes, perigos de meus compatriotas, perigos dos gentios; perigos na cidade, perigos no deserto, perigos no mar, e perigos dos falsos irmãos. Trabalhei arduamente; muitas vezes fiquei sem dormir, passei fome e sede, e muitas vezes fiquei em jejum; suportei frio e nudez” (2Co 11.24-27). 

Apesar de tudo isso, percebemos em Paulo uma firme convicção da necessidade de continuar correndo em direção à linha de chegada. No texto indicado para o dia de hoje você o encontra afirmando: “Prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus” (v 14). Assim é necessário que encaremos nossa corrida, convictos da necessidade de alcançarmos o alvo que nos é proposto.


Fonte: Presente Diário: o livro das leituras devocionais diárias, nº 17 / coordenador do comitê editorial Roland Körber. São Paulo : Rádio Trans Mundial, 2014. Vários autores http://rtm.radio.br/novo/presente-diario/1-2-2014;

0 comentários:

 
Powered by Blogger