10 de junho de 2012

Homenagem pelo Dia do Pastor - 2º domingo de junho

Via de regra, infelizmente, costumamos medir as massas pela régua do mau e não do bom. Isso é fato nas mais diversas esferas de relacionamento e grupos sociais. Um novo líder em qualquer núcleo social, por exemplo, sofre retaliações por parte de sua equipe só porque o seu antecessor foi infeliz em algumas atitudes. Essa transferência de julgamento é danosa, mesquinha e acaba reduzindo àqueles que a adotam a uma situação ainda pior à da pessoa que alegam se diferenciar e elevar.

O mesmo acontece com a figura do pastor. Infelizmente, quem tem visibilidade não são os que conduzem as suas vidas conforme os princípios defendidos no evangelho. Pelo contrário. Embora os maus pastores sejam minoria, eles têm publicidade de graça. Estampam capas de revistas, ganham inúmeras postagens em blogs e sites, milhares de comentários perfis de redes sociais e tudo o mais.
 
Entretanto, a grande maioria que cumpre com excelência o seu chamado é ignorada, e pior, injustiçada sendo associados, igualados e condenados tal qual os que maculam a função. Se somos tão equilibrados e argumentamos tanta justiça em nosso senso social, o mínimo que devemos fazer é dar honra a quem tem honra.

Por isso, fica o convite para que neste dia do pastor, 2º domingo de Junho, dediquemos aos nossos pastores não meras palavras de elogio, mas, sobretudo, orações de agradecimento ao Senhor pelas suas vidas. 
O que fazer com os defeitos? Agradeça por eles também, pois mesmo com isso é possível aprender. Afinal, quem é perfeito senão o Senhor. Ou você já está em um estágio que poderia ser arrebatado em uma carruagem de fogo como Elias? Acredito que não. O pastor Izaías Machado da Silva, da Assembleia de Deus - Bom Retiro, de Jundiaí postou no Facebook uma mensagem que reproduzo na íntegra:

"SER PASTOR é, em primeiro lugar, ser humano. O pastor é uma pessoa comum que vive os mesmos dilemas de qualquer pessoa. SER PASTOR é viver a vida com graça e manifestar a graça do Senhor a todas as pessoas. SER PASTOR é ter a consciência de que foi escolhido por Deus, é fazer parte do grupo que desiste dos seus sonhos profissionais e de sua carreira para sonhar os sonhos que o Senhor traçou para sua própria vida. 
SER PASTOR é ser mensageiro de Deus, anunciador das boas-novas. É ser uma voz que clama no deserto. SER PASTOR é ser guia. É chorar em silêncio, é sofrer sozinho, é ser alguém que tira forças de onde muitas vezes parece que já não existe nenhuma para poder fortalecer os que em sofrimento lhe procuram. 
É ser consolado pelo consolo e conforto que vê que promoveu na vida dos seus irmãos. É alegrar-se na vitória daqueles que ele tanto ama. Enfim, SER PASTOR é fundamental e acima de tudo, é ser um cristão salvo pela graça do Senhor Jesus. É alguém que compreendeu que sua vida não faz sentido sem a comunhão e intimidade com o Senhor e com a sua igreja. Minha maior alegria é ter você como irmão e amigo em um mundo tenebroso, onde nossa esperança é um dia poder estar juntos eternamente ao Lado de Deus."

O profeta Jeremias escreveu: "E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência." (Jeremias 3:15). Hoje, e até que Jesus volte, vamos continuar agradecendo ao Senhor porque Ele, de fato, apesar de não merecermos, continua cuidando do Seu povo e provendo à Sua igreja com os seus obreiros. 
Oremos, ainda, por aqueles que já estão na olaria do Senhor sendo forjados para o pastoreio. Afinal, a promessa vem do Senhor: "Esta é uma palavra fiel: se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja." (1 Timóteo 3:1). 

Deixo aqui meus singelos agradecimentos aos pastores que atenderam ao chamado do Senhor da Vinha e acreditaram que podiam dar as suas vidas uma utilidade tão suprema que sequer pode ser mensurada nesta vida. Somente na eternidade poderemos saber quão grandes coisas fez o Senhor por intermédio de suas vidas. 

Parabéns, pastores. Nestes tempos modernos, quero ser específico no gênero e dizer também "Parabéns, pastoras!". Ignoro aqui toda e qualquer divergência quanto ao que discutem sobre legitimidade da função. Estamos muito distantes do posto de "Donos da Obra".

Por isso, a todos os pastores e pastoras, quer estejam nas igrejas frequentadas por 1 mil, 3 mil ou 10 mil pessoas, quer apascentem pequenos rebanhos com 10 ou 30 ovelhas. Quer estejam nas metrópoles mais ricas, quer estejam nas aldeias mais distantes. Quer andem em carro de luxo, quer visitem ovelhas a bordo de uma bicicleta. Quer tenham formação pentecostal ou tradicional. Quer estejam na Assembleia de Deus, Presbiterana, Batista, Metodista, Luterana, Quadrangular, Renascer, Mundial ou qualquer outro nome.

Que a vida e família de cada um seja continuamente motivo de honras e glórias ao nome daquele que vos chamou, capacitou e comissionou. A Deus seja a glória.

0 comentários:

 
Powered by Blogger