15 de abril de 2017

É POSSÍVEL EXTRAIR DIAMANTE DA LAMA, MAS NÃO SE TIRA PÉROLAS DAQUILO QUE O INTESTINO GROSSO DISPENSOU


Então, né... que os políticos e seus piolhos receberam bilhões da Odebrecht todo mundo já sabe. Fico impressionado com o teatro de quinta, na tentativa de fingir perplexidade. Existem outras empresas que também devem ter feito coisa em menor monta, mas "financiou campanhas" e que não entrou, nem sei se vai entrar, no radar da Lava Jato. A essa altura já acredito em um grupo assumindo a máxima culpa, para que outros continuem seus esquemas.

Além de usarem o dinheiro sujo para manutenção da vida nababesca, com jóias caras, iates, mansões, sítios, jatinhos, helicópteros, festas épicas o que mais foi feito com isso?

Idiotas e imbecis de toda ordem, judiciário, imprensa, políticos que se safaram (por enquanto) estão com o foco apenas nos políticos destacados para o circo. Por que ninguém questiona sobre as bocas famintas de pilantras, canalhas, corruptos e corruptores do populacho que também se beneficiaram com uma ínfima parte do esquema-de-podridão-nacional? Sim! O dinheiro desviado dos cofres públicos ou, em última instância, de pequena parte dos lucros das empresas, foram parar no intestino grosso do povão.

Quanto dos bilhões de caixa 2, foram parar no bolso de vagabundos picaretas que saem de comitê em comitê eleitoral pedindo cesta básica, pagamento de água, luz, telefone, viagem para sepultar o tio-avô da sogra do primo de segundo grau, assinatura de TV, plano de banda larga, crédito de celular, ônibus para caravanas com todo tipo de destino de prostíbulo a igreja?

Quanto dos bilhões de caixa 2, foram usados para pagar a carona do vagabundo morto-de-fome, de casa até a seção eleitoral? Quantos da gentalha que, neste momento, pode estar aí fingindo moralidade, fingindo-se estarrecida com os esquemões nos quais aparecem partidos para todos os gostos?

Quantos destes canalhas que querem ser identificados como cidadãos de bem, venderam, vendem e venderão a própria consciência por R$ 50 ou R$ 100 apenas para mostrar a gravação ou foto de que digitou o número do candidato que está bancando sua miséria?

Uma vez documentado o crime, a onça ou garoupa, via de regra, vira urina em meia dúzia de latas de cerveja ou doses de água ardente que se toma no boteco no final da rua, em meio a gargalhadas e piadas do tipo: "me-dei-bem-nas-costas-do-otário".

Afinal, este é o tipo de gente que nem sabe diferenciar safra de vinho para, na pior das hipóteses, comprar um produto da vide com mais requinte que cevada ou cachaça.

#ListaDoFachin #CarasOcultas

0 comentários:

 
Powered by Blogger