12 de julho de 2012

A busca por Deus

Embora já tenha versado um pouco sobre a partida do meu irmão Samuel Moura no último dia 1º de julho, ter a certeza que não mais veremos o rosto de uma pessoa tão íntima, desencadeia uma sucessão de pensamentos. Os devaneios mentais, primeiro, nos tiram o sono, depois, nos obrigam a olhar para cima e aguardar se não, as respostas, ao menos uma serenidade que só é plena se for dada por Deus.

Quando a morte passa perto da nossa vida, ganhamos uma nova perspectiva sobre as promessas de Deus, Sua existência, Seu cuidado com a vida humana. Vivemos em uma sociedade que é chamada de pós-moderna. A bem da verdade, tem horas que não consigo entender o que definem como avanços da sociedade dos homens quando a mesma ainda apresenta quadros tão ou mais bestiais que da Idade da Pedra.

Apesar da essência ruim do ser humano se manter inalterada desde que foi expulso do Jardim do Éden, uma coisa foi se alternando ao longo dos séculos: sua forma de buscar substitutos para o lugar de Deus. Ao longo dos séculos, na sucessão por respostas que fujam do imaterial, do espiritual, do eterno, passamos a buscar respostas mais tangíveis, deuses mais palpáveis e que estejam condicionados à nossa vontade e não o inverso.

Nesta saga, chegamos ao que tem sido rotulado como pós-moderno. Entre outras características, os conceitos ditos 'avançados' negam a Deus e qualquer coisa que a ele esteja relacionada. Mesmo antes deste momento histórico, a Antropologia prefere colocar os temas da espiritualidade apenas como questão cultural e nada mais. 
Desta forma, reduzem toda e qualquer forma de culto apenas para uma linha do tempo do homem e de seu grupo social que cabe apenas entre o dia do nascimento e da morte no plano físico. Os ateus, que comemoraram um certo aumento populacional no Brasil, segundo o IBGE, argumentam que buscar respostas em Deus, praticar qualquer forma de culto (cristão, islâmico, judeu, hindu, budista etc) é coisa para boçais. 

Felizmente, temos liberdade de escolha e, melhor ainda, não somos boçais. Alguns seguidores da falsa ciência escolheram anular a existência de Deus. Defendem seus argumentos com o mesmo fundamentalismo com que acusam religiosos fanáticos. As muitas formas que buscamos a Deus é apenas uma expressão da sede que por Ele temos.
Buscamos a Deus como meio de manutenção e preservação da vida que vai além das datas de nascimento e morte. Esta busca é a única capaz de aplacar as dores e marcas deixadas por todas as mazelas que nossa natureza corrompida impõe um ao outro. Somente nesta busca temos possibilidade de encontrar cura, libertação, capacidade para perdoar. 

Somente a comunhão com Deus é capaz de aplacar a dor da separação que nos é imposta pela morte. Isso porque, a morte não era Seu plano original. Quando ela se instala, vivenciamos um quadro que nos contraria. 
Entretanto, ao estarmos em paz com o Autor da vida, experimentamos paz porque entendemos que Ele, pelo poder e amor que são únicos, elaborou um plano no qual a morte é, sim, uma separação momentânea dos homens e um retorno às origens do homem: Deus. 

Assim, sofro a crítica de crer em algo tão simples e sem as complicações peculiares à Filosofia, Sociologia, Antropologia e outras 'gias'. É simples, reconheço. Mas é tão contundente que me permite olhar para o horizonte e ver mais que nuvens: consigo ver Deus.

Enxergar a Deus nos permite ir além. Nos dá a oportunidade de melhorar, crescer, aprender, nos liberta para amar. Reconhecer a companhia de Deus em nossa jornada não nos isenta de passar por vales, desertos, tempestades, mas, sem dúvida, nos permite passar por tudo isso com a certeza do Seu comando, controle e cuidado independente das circunstâncias.

2 comentários:

marygata72@live.com disse...

com certeza vamos sentir muito a falta dessa pessoa q foi muito importante em sua familia e na minha vida estou chocada ainda com a covardia ...que fizeram mais temos q agreditar q Deus esta olhando por nos e o q fizeram vao pagar de alguma forma DEUS escreve em linhas tortas ele e justo ...do fundo do meu coraçao meus sentimentos q Deus ajude sua mae e vcs;;;;;

Anônimo disse...

com certeza vamos sentir muito a falta dessa pessoa q foi muito importante em sua familia e na minha vida estou chocada ainda com a covardia ...que fizeram mais temos q agreditar q Deus esta olhando por nos e o q fizeram vao pagar de alguma forma DEUS escreve em linhas tortas ele e justo ...do fundo do meu coraçao meus sentimentos q Deus ajude sua mae e vcs;;;;;

 
Powered by Blogger